Menu

Rachadura, trinca ou fissura na parede

É importante se preocupar e ficar atento quando você encontrar uma rachadura, trinca ou fissura na parede. Muitas vezes a rachadura é apenas superficial, mas ela também pode ser o aviso de um problema estrutural grave e, infelizmente, sempre temos notícias de desabamentos em construções com rachaduras.

pesar de ser um aviso importante, muita gente desconhece os riscos e talvez por isso não se importe muito quando vê uma rachadura. Você já pensou que uma falha estrutural pode derrubar a casa? Mas como saber quando a trinca é superficial e inofensiva? E quando ligar o alerta máximo para o perigo de uma rachadura estrutural?

Não é que toda a rachadura seja um risco estrutural grave, mas em problemas estruturais geralmente aparecem rachaduras e deformações. Elas são indicadores de risco especialmente quando vão aumentando com o tempo. Rachaduras em elementos estruturais (laje, viga, pilar, fundação) são bem preocupantes. Não ignore esses avisos.

Direção e profundidade
As rachaduras inclinadas na diagonal e profundas indicam problemas na estrutura, que pode estar cedendo por algum problema na fundação, nas lajes, na estrutura de suporte da casa ou por excesso de peso. Neste último caso de excesso de peso o problema pode ser porque foi construído mais um andar na casa ou colocado algum peso na laje (como uma nova caixa d´água). Saia de casa e chame com urgência um engenheiro ou a Defesa Civil da sua cidade para avaliar a gravidade do problema.

As trincas ou fissuras na vertical, ou horizontal, e rasas, Geralmente, são superficiais e menos preocupantes, sem relação com a estrutura. O ideal é um engenheiro avaliar, mas elas indicam menos perigo. Para reparar essas trincas mais leves, o pedreiro deverá saber usar uma tela sintética ou uma pasta cremosa acrílica própria para fechar trincas. Ambas são uma espécie de “curativo flexível” que preenche a falha e protege as áreas próximas. E depois ele deve preparar a parede com massa fina e pintar.

Fundação mal feita é grave
Se a casa foi construída sobre solo instável e a fundação não é apropriada para o solo com essa característica, tenha muito cuidado.

Os principais sinais de fundação mal feita são: as portas e janelas saem do alinhamento e é difícil de fechar, o piso fica inclinado, aparecem rachaduras entre piso e parede ou entre piso e teto e surgem nas paredes grandes rachaduras inclinadas, com padrão regular, que vão ficando cada vez maiores.

Se isso estiver acontecendo, desocupe a casa e chame a defesa civil ou um engenheiro especialista para resolver o problema.

Trincas em áreas de junta
Elas podem aparecer por muitos motivos: em trechos da parede em que se encontram materiais diferentes (como tijolo com concreto ou tijolo com madeira). Elas acontecem porque a ligação de um material com outro não deve ter sido feita com muito capricho ou porque a dilatação dos materiais é diferente e eles se separam.

Outras causas
Podem acontecer pelo uso de materiais ruins, como areia contaminada na argamassa, excesso de uso de cimento, ou mesmo quando o projeto e a execução são mal feitos.

Em geral esse tipo de trinca é superficial e não compromete a estrutura. Exceto quando o projeto e execução são mal feitos. Fique atento.

Para reparar as trincas mais leves, o pedreiro deverá saber usar uma tela sintética ou uma pasta cremosa acrílica própria para fechar trincas. E depois preparar a parede com massa fina e pintar.

Infiltração
Se houver vazamento nos canos ou se a impermeabilização foi mal feita, a água vai entrando e estragando a parede, passando pelo concreto e corroendo as armaduras de aço da estrutura da casa, que com o tempo pode ruir.

Se observar vazamentos ou infiltrações, será preciso localizar o problema. Contrate um profissional para identificar a causa, consertar o vazamento e reforçar a estrutura, se necessário.

Tinta não resolve rachadura e infiltração
Se a intenção é pintar pra resolver rachadura ou manchas de infiltração e vazamento, melhor mudar de ideia. Conserte primeiro. Tinta não resolve esses problemas. E você pode ficar com a falsa ideia de que deu tudo certo, de que gambiarra vale a pena e de que você foi ótimo no disfarce, mas logo o problema reaparece. Se a fissura for superficial o pintor consegue tratar.

Diferenças
Cada um chama de um jeito, mas existe um fator de gravidade e uma diferença entre fissura, trinca e rachadura.

A fissura é uma abertura fina, alongada e superficial, que geralmente atinge a pintura e o revestimento.

As trincas já atingem a estrutura da parede, podendo afetar a segurança da casa. As rachaduras têm aberturas maiores, mais profundas e acentuadas. Às vezes você vê ou sente entrar luz, água ou vento por suas frestas.

Não importa o nome que você dê, o importante é ficar atento à gravidade do problema.

Na dúvida chame o profissional
Se a rachadura está evoluindo rápido não perca tempo e chame o profissional para uma avaliação. A análise técnica de um engenheiro permite saber a gravidade do problema. Ele também pode indicar uma solução reparadora que evitará danos maiores.

Fonte: Zapimoveis.com.br